Estou seguro com um antivírus gratuito?

Está e não está. As soluções de antivírus gratuitas ajudam-no a identificar algumas ameaças para o seu computador, mas não lhe proporcionam uma protecção completa.

De facto, a protecção gratuita é insuficiente para abranger todas as potenciais portas de entrada de vírus num computador: email, internet, downloads, redes sociais, aplicações, entre outras.

Mas quais são as principais diferenças entre um antivírus gratuito e um pago?

1 – Downloads

As soluções pagas verificam os ficheiros antes do utilizador lhes clicar para efectuar o download. Ou seja, ao entrar na página, ou site, onde se encontra o ficheiro, o mesmo é de imediato analisado e, caso seja potencialmente malicioso, o utilizador é de imediato informado.

Nas soluções gratuitas, a verificação dos downloads não existe ou é feita após o clique do utilizador no link perigoso e, muitas vezes, já é tarde de mais.

2 – Chat

O mesmo se passa em mensagens de chat. Os links potencialmente perigosos são analisados antes de serem clicados.

Esta funcionalidade é, nos dias de hoje, muito importante, dado que os sistemas de conversação online (chats) são dos meios mais propícios à propagação de vírus.

3 – E-mail

Os antivírus pagos protegem também o seu correio electrónico, impedindo o spam, o phishing e outros golpes.

4 – Compras online, home banking e hackers

Cada vez mais utilizamos os nossos computadores para realizar compras online e proceder a operações bancárias.

Como é óbvio, tratam-se de procedimentos sensíveis que, caso não estejam devidamente protegidos, podem causar elevados prejuízos aos utilizadores.

Por outro lado, são cada vez mais as ameaças que atacam contas bancárias e cartões de crédito.

Os antivírus pagos fornecem-lhe protecção para os dados que digita online, bem como para os dados que tem armazenados no seu PC.

 

Por outro lado, as versões pagas dispõem de suporte técnico e actualizações frequentes.

De qualquer modo, é sempre aconselhável ajuda especializada no momento da escolha do seu antivírus.

Saiba mais. Clique aqui.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *

Visit Us On Facebook